Estrias Estrias

Tratamentos

Estrias

estrias---clinica-patrícia-holderbaum

As estrias são cicatrizes que podem ser rosadas e discretamente elevadas na fase inicial, ou brancas e deprimidas quando tardias. Elas afetam tanto homens quanto mulheres e são mais comuns nas nádegas, coxas, abdômen e costas. Logo, os tratamentos são muito eficazes e geralmente são realizados pela combinação de diversas técnicas.

Qual a origem das estrias?

As estrias caracterizam-se por um rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina. Essa distensão excessiva da pele se dá pelo crescimento rápido, ganho ou perda de peso de forma abrupta, gestação com aumento exagerado do peso, desenvolvimento excessivo dos músculos, colocação de prótese sob a pele ou uso prolongado de corticoides.

Quem pode fazer o tratamento?

Apesar do público feminino recorrer frequentemente a procedimentos estéticos, as estrias também são queixas masculinas. É muito comum que homens sofram com seus sinais, principalmente, em regiões expostas, como braços e costas. Desta forma, tanto homens quanto mulheres podem realizar os procedimentos mais indicados para minimizar os efeitos indesejados na pele, de acordo com suas necessidades e áreas.

Quais são os tipos de estrias?

Existem diferentes tipos de estrias e essa diferenciação está relacionada às características e graus de textura, relevo e coloração. Entre as mais comuns, estão as vermelhas, brancas, atróficas e hipertróficas.

Estrias brancas e vermelhas

As estrias vermelhas são caracterizadas quando estão na sua fase inicial. Desta forma, gradativamente, adquirem uma coloração mais esbranquiçada. Assim, em fase definitiva, as estrias brancas são identificadas quando não apresentam mais uma reação inflamatória na pele.

Estrias atróficas e hipertróficas

Já as características das estrias do tipo atrófica são observadas quando se apresentam deprimidas em relação à superfície da pele. Já as hipertróficas fazem relevo com relação à superfície da pele.

Quais tratamentos são indicados para combater as estrias?

Existem diversas opções de tratamentos estéticos que podem contribuir para atenuar e minimizar os efeitos na pele, como Frazz, Luz Intensa Pulsada, IPCA®, peeling, radiofrequência e intradermenoterapia. Porém, serão indicados após a avaliação de um especialista, para identificar o protocolo mais adequado a cada paciente. Nós separamos os tipos mais indicados, como o laser e o MMP®. Saiba mais sobre cada um:

Laser Fracionado:

O Laser Fracionado pode contribuir para inibir as estrias por meio dos seus feixes de luz. Quando aplicado na região acometida pelo rompimento de pele, estimula a produção de novas fibras de elastina e colágeno, acelerando o processo de cicatrização. Neste caso, o tratamento é mais indicado para estrias brancas, superficiais e estreitas.

Microagulhamento (MMP®):

O Microagulhamento é uma técnica que facilita a ação de ativos nas camadas mais profundas da derme por meio de suas microagulhas. Desta forma, estimula e facilita a penetração das substâncias para proporcionar a melhora na qualidade da pele e na síntese de colágeno. Assim, causa um processo inflamatório, auxiliando no aspecto da textura e coloração da área. O procedimento pode ser indicado para estrias dos tipos vermelha e branca.

Quanto tempo demora a recuperação?

O período de recuperação varia de acordo com o tratamento realizado, a reação da pele durante o processo e o número de sessões realizadas pelo paciente.

Qual o valor do tratamento de estrias?

O preço do tratamento varia de acordo com o procedimento indicado pelo médico e do número de sessões realizados pelo paciente. Por isso, é imprescindível uma avaliação médica com um profissional capacitado, para obter o diagnóstico mais adequado.

Agende sua consulta Agende sua consulta

Agende sua consulta

Tem alguma coisa no seu rosto ou corpo que não está te fazendo feliz? Então agende uma consulta e deixe a gente cuidar da sua saúde, da sua imagem e da sua autoestima!

Topo
Open chat